INFORMAÇÃO

 

Informamos os nossos associados que as instalações da sede da delegação norte da ASPP/PSP, sita na Rua Monte dos Burgos, 347-Porto, sofreu uma alteração de horários.

 

Assim o novo horário de funcionamento passa para:

 

Horário da manhã - 09H00/12H30 

 

Horário da Tarde - 13H30/18H00

 

Com este novo horário podemos alargar em mais uma hora o atendimento diário aos nossos associados

 

 

 

 

A DIRECÇÃO DA ASPP/PSP

 

COMUNICADO 

O GOVERNO NÃO CUMPRE A LEI QUE APROVOU

19 de junho de 2017

           

     

A Associação Sindical dos Profissionais da Policia – ASPP/PSP – tomou hoje conhecimento, através da Direção Nacional da PSP, que apenas 400 Profissionais da Polícia passarão à pré́-aposentação, ao contrário do que está previsto no Estatuto Profissional onde é referido que deveriam ser 800, salvo a existência de um motivo excecional. O que não se verifica.

 A ASPP/PSP considera que o Governo tem de agir rapidamente no sentido de repor a legalidade interpelando a Direção Nacional da PSP sobre esta autorização do Diretor Nacional apenas abranger 50% do número previsto de Profissionais que passam à pré-aposentação.

É inaceitável que, nos dias de hoje, instituições que têm como missão garantir o cumprimento da lei sejam as primeiras a ignorá-las quando esta se aplica aos seus recursos humanos.

É lamentável que tudo isto suceda com o aval do Ministério da Administração Interna que elaborou e aprovou o diploma.

O que se está a passar merece e justifica o repúdio dos profissionais de Policia motivando-os a tomar uma atitude na praça pública.

Os Profissionais da Policia vão sair à rua no próximo dia 28 em Lisboa, conforme o apelo da ASPP/PSP, para uma manifestação. Lamentam a forma como este Governo - ou mesmo anteriores governos - continua a ignorar as reivindicações dos Policias.

A Lei tem que ser cumprida e é essa a reivindicação dos policias. Num País democrático não pode haver dúvidas sobre o princípio de justiça.

A DIREÇÃO DA ASPP/PSP

 Comunicado PDF

informação

Seguro - Vitoria Seguros 

Plano A (gratuito ao associados)

Informamos os nossos associados que devido a situação alheia à ASPP/PSP, a parceria com a PAS /Victória, especificamente no que diz respeito ao Plano A (gratuito aos associados) encontra-se em fase de renegociação, e por esse motivo suspensa a partir de 01 de Maio de 2017, motivo pelo qual solicitamos aos eventuais interessados na utilização dos benefícios dessa parceria, que aguardem por novas indicações.

Esta renegociação em nada compromete as situações anteriores (a 01 de Maio de 2017), podendo no entanto atrasar o devido reembolso.

 

Plano complementar


Relativamente ao Plano Complementar, poderão os associados subscritores continuar a sua utilização, no entanto deverão remeter os respectivos documentos de reembolso directamente à Companhia de Seguros Victória ou para as sedes da ASPP/PSP, reservando para os mesmos as respectivas cópias comprovativas de entrega.


Agradecemos a vossa compreensão

 

 

Placa informação

POLÍCIAS MANIFESTAM-SE A 28 DE JUNHO

26 de Maio de 2017

           

      No passado dia 20 de Abril, a Associação Sindical dos Profissionais da Polícia – ASPP/PSP – entregou um documento ao Primeiro-Ministro onde constavam um conjunto de reivindicações essenciais para os Polícias e para a qualidade do serviço prestado pela Instituição.

Foram várias as centenas de Polícias que quiseram fazer parte desse momento e acompanharam a delegação da ASPP/PSP até São Bento, com a esperança de que o Primeiro-Ministro daria a devida importância aos problemas mencionados. Na mesma altura, foi transmitido à opinião pública que os Polícias só esperariam até ao início do mês de Junho. No entanto, até hoje, nada foi comunicado e as questões continuam por resolver.

O Governo não pode tratar assim os Profissionais da Polícia. Não pode afirmar-se preocupado e nada fazer para resolver questões fulcrais que dizem respeito aos polícias e à PSP. 

O Governo não pode deixar, num momento delicado em matéria de segurança europeia, que os problemas se agravem e a instabilidade se apodere de uma Instituição central no equilíbrio da segurança do país. 

Nesse sentido, e porque a tutela demonstrou que não pretende ouvir os Polícias, a ASPP/PSP cumprirá o deliberado em Assembleia Geral e irá realizar uma Manifestação Nacional a 28 de Junho, em Lisboa, no sentido de os Polícias manifestarem a sua indignação pela forma como são tratados por este Governo e exigirem respostas concretas às suas reivindicações.

A DIREÇÃO DA ASPP/PSP

 

Conferência "Sindicalismo em democracia", promovida pela ASPP/PSP, no âmbio das comemorações do dia 21/04/2017 "Secos e Molhados", com as intervenções de Geert Priem (secretário-geral do CESP, Gerard Greneron (Membro honorário do CESP, Dr. Carvalho da Silva (ex-secretário -geral da CGTP), da Inspectora do IGAI, Dr, Margarida Blasco e Dr. Licínio Lopes, professor universitário.

 

 

Intervenção Gerard Greneron

 

Intervenção Geert Priem -Secretário geral CESP

 

Sub-categorias