Dia 25 de setembro vão realizar-se as eleições para os órgãos consultivos do Director Nacional, o Conselho de Deontologia e Disciplina e o Conselho Supeior de Polícia.

Eleições de relevante importância para a representatividade dos policias naqueles órgãos.
Não deixes que os outros decidam por ti, VOTA.

A ASPP/PSP candidata-se para o CDD e no CSP. Apoia ainda as candidatura para os colégios eleitorais das categoria de agentes e chefes.


Contribui para a TUA DEFESA votando na ASPP/PSP e nos candidatos por nós apoiados.

1Cartaz CSP CDD 2018 2018

A ASPP/PSP decidiu avançar com um protesto, no dia 26 de Setembro, frente ao Ministério das Finanças.
Entre tantas matérias merecedoras de contestação, decidiu-se especificamente optar por duas questões, como mote para esta luta, em concreto, o não cumprimento da decisão judicial que estipula a impossibilidade de corte de suplementos dos policias, em período de férias e ainda, a lista para a pré-aposentação de 2018, seu atraso e indicios denão atingir os 800 profissionais.
Tendo em conta que, estas duas matérias foram lutas que a ASPP/PSP encetou, em termos legislativos e também judiciais, espera-se agora que os polícias façam a sua parte, no sentido de traduzir em termos de contestação, aquilo que foi o trabalho de base. 
No entanto, também na frente da contestação a ASPP/PSP, e porque assim tem de ser, criará todas as condições para que os policias demonstrem a sua posição.

Cartaz

INFORMAÇÃO

FÉRIAS-APLICAÇÃO DESPACHO 9-A/2017

24 de Julho de 2018

        A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia – ASPP/PSP informa os seus associados que oficiou a Direção Nacional da PSP solicitando informações ao tempo já decorrido, sobre concessão de dias de férias ao abrigo do disposto no artigo 43.º da Portaria n.º 9-A-2017, de 5 de Janeiro, e n.º 4 do art.º 32.º do Estatuto Profissional do Pessoal da PSP, nomeadamente:

-Sobre a possibilidade da marcação, por parte dos polícias dos dias de férias como recompensa do desempenho e desde que haja sido homologada a avaliação;

-A possibilidade de acrescer os dias a gozar ao mapa de férias já homologado, sem haver qualquer prejuízo na apresentação ao serviço;

-O critério para o pleno gozo de tais dias de férias relacionadas com a recompensa do desempenho e;

-Por que motivo se verificam atrasos nesta altura, ainda, na homologação das avaliações em total desrespeito com o contido na Portaria n.º 9-A-2017 de 5 de Janeiro.

A Direção da ASPP/PSP

No passado dia 16 de Junho, no Auditório da Biblioteca Almeida Garrett, teve lugar o Seminário ACT - Agir contra o Tráfico de Mulheres, promovido pelo Movimento Democrático de Mulheres.
O presidente da ASPP/PSP, Paulo Rodrigues, na qualidade de convidado/orador efetuou a sua intervenção contribuindo para o estimulo na reflexão sobre o tema em questão.
Parabenizamos o MDM pela iniciativa que levou ao debate de um tema infelizmente bastante actual.

 

 

A ASPP/PSP associando-se à causa pelo qual o autor da obra literária  OS POLÍCIAS NÃO CHORAM decidiu abraçar, vem divulgar o seu objectivo e como adquirir.

Hoje por uns, amanhã quem sabe, por nós.

 

Olá car@s colegas da PSP e GNR, espero que se encontrem bem!
 
Chamo-me Miguel Rodrigues e sou Polícia (PSP).
 
Sou o autor da obra “OS POLÍCIAS NÃO CHORAM”, a qual teve recentemente o seu lançamento.
 
O livro possui como objeto de estudo principal a PSP e GNR, e entre vários temas, encontramos a caracterização de quem somos e/ou quantos somos, e temas mais fraturantes e/ou por vezes tabu e que se encontram na ordem do dia, como os mortos e/ou feridos em serviço, o suicídio, ou as queixasrealizadas contra as Polícias.
 
Reverti os meus Direitos de Autor da 1.ª Edição para três colegas da PSP e GNR com dificuldades em virtude de adversidades da vida: João Martins, Agente da PSP de Cascais, doente oncológico; Amílcar Almeida, Guarda da GNR de Mangualde, vítima de um violento atropelamento em serviço; Raul Santos, Chefe da PSP de Alverca, vítima de um AVC hemorrágico.
 
Editora do livro, PRIME BOOKSsensibilizada pela causa, decidiu acrescentar 1 Euro aos meus Direitos de Autor relativamente a todos os livros vendidos no site da mesma, que é http://www.primebooks.pt/produto/os-policias-nao-choram-prevenda-17.
 
Neste âmbito, solicito que se ALIEM A ESTA CAUSA, simplesmente difundindo pelos vossos associados, e, se assim entenderem, pelas vossas páginas sociais oficiais.
 
NOTA: Estou a agendar, possivelmente para o final da semana que vem, a presença num conhecido programa da TV nacional para difundir o livro, no qual pretendo divulgar todos os Sindicatos/Associações que se aliaram a esta causa. Assim, solicito que me informem se a vossa divulgação pelos vossos associados será ou não efetuada, por forma a poder agradecer publicamente a todos os que aderiram a esta causa.
 
Segue anexo a Capa do Livro.
 
Lembrem-se, hoje precisam estes, amanhã podemos ser nós! Juntos e unidos somos mais fortes!
 
Obrigado e um forte abraço para tod@s!>

Sub-categorias