MAI NÃO CUMPRE DESCONGELAMENTO REMUNERATÓRIO

11 de Abril de 2018


A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia – ASPP/PSP esteve reunida com o ministro da Administração Interna, no passado dia 7 de Março, tendo este referido que são 3.767 os Profissionais da Polícia com condições para avançar na posição remuneratória, após o descongelamento consagrado pela lei do Orçamento do Estado para este ano.

Na mesma reunião, foi garantido que, em Abril, esta situação ficaria definitivamente resolvida. O ministro, após confrontado no Parlamento por alguns deputados, voltou a confirmar que estaria tudo regularizado no mês de Abril.

No entanto, após a verificação dos recibos de vencimento, já disponíveis no Portal Social da PSP, tal não corresponde à verdade. A ASPP/PSP não recebeu qualquer esclarecimento do MAI sobre as eventuais razões para este incumprimento. Fica assim claro que o MAI não cumpriu a palavra que deu aos Polícias e ao Parlamento.

Os Profissionais da PSP não aceitam esta forma de atuar por parte da tutela. O Governo não pode aprovar leis e não cumprir, não pode dar a sua palavra e desrespeitá- la. Não pode tratar desta forma Profissionais que todos os dias dão o seu melhor para que Portugal seja o país seguro que tantas vezes se elogia.


A DIREÇÃO DA ASPP/PSP