CM 

Mulheres na PSP

 

Apenas cerca de 10% dos mais de 20 mil polícias são mulheres.

No âmbito das comemorações do Dia da Mulher, a ASPP/PSP levará a cabo, na próxima sexta-feira, 23 de Maio, o II Encontro “As Mulheres nas Forças de Segurança”. Pretendemos abordar várias vertentes, desde a situação da mulher nas diferentes forças de segurança e a sua participação sindical, a questões socioprofissionais que se levantam nos dias de hoje e permanecem sem resolução.

Em primeiro lugar, importa refletir o que levará a que apenas cerca de 10% dos mais de 20.000 profissionais da Polícia sejam mulheres. Mais, de acordo com o último ano em que foram disponibilizados dados, em 2008, a percentagem de mulheres divorciadas a prestar serviço na PSP era mais do dobro da dos homens. Haverá ainda na sociedade a perceção de que a Polícia é um trabalho para homens?

É para ajudar a perceber estes e outros quadros que esta iniciativa tem lugar. Para dar voz às mulheres, sindicalistas e não só, para que tenham um fórum privilegiado, de onde serão extraídas conclusões para, eventualmente, decidirmos ações a tomar no sentido de garantir igualdade de condições laborais para homens e mulheres da instituição.

 

  

 Paulo Rodrigues, Presidente da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia