Chegado há dias ao nosso país, é incontornável a abordagem ao jogo Pokémon GO. Desde logo pela sua dimensão e impacto. Este jogo virtual é diferenciador e inovador, pela sua faceta de confundir-se o real com o virtual e igualmente por ter sido a “mola” que fez saltar do sofá aquela franja mais apegada ao ócio! No mínimo: interessante!

Eis que, perante este fenómeno, a Polícia de Segurança Pública, força atenta e que, diga-se, tem vindo a acompanhar as inovadoras tendências, estando presente e comunicando, cada vez mais, através das redes sociais, logo se apressou a publicar uma espécie de manual de segurança para a caça aos Pokémons. Muito bem! Ora, ao nível da imagem, da comunicação e relações externas a Polícia de Segurança Pública tem vindo a marcar pontos: honra seja feita. Pena é que ao nível da organização interna, na aprovação e regulamentação de variadas matérias relativas ao Estatuto dos Polícias já (mais que) aprovado não se veja idêntica motivação, vontade ou celeridade…

Bom é que não se distraiam com os Pokémons e observem mais atentamente o mundo real, dos seus, dos Polícias que são claramente a imagem e a alma instituição.

Quem não bem trata os seus…

Pokémons 1 - Polícias 0

Cristiano Correia - Gabinete Comunicação ASPP/PSP

CM  
"Fecho de esquadras"

"É preciso garantias de que o fecho de esquadras reforça o policiamento" 

Leia mais...

DNOTICIAS logo  
"Muitos são os beneficiários da Polícia"

 

Leia mais...

CM  
"149 anos da PSP"

"A equação é fácil, existé é uma falta de vontade do poder político" 

Leia mais...

cats  
"Fazer tudo ou pior para manter tudo na mesma...ou pior!"

 

Leia mais...